Pato perde para o Corinthians na Liga Nacional de Futsal
25/03/2018 16:53 em Futsal - Liga Nacional

O Corinthians parecia que tinha a vitória nas mãos. Depois de abrir 4 a 1 sobre o Pato aos 15 minutos do segundo tempo, o Timão viu a equipe paranaense iniciar uma reação que quase lhe custou a vitória. Apesar dos dois gols sofridos no fim, a equipe comandada por André Bié segurou a pressão do rival, triunfando por 4 a 3 no ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, em São Paulo.

 

Foi o primeiro jogo do Corinthians na LNF, uma vez que o Alvinegro teve o seu duelo da rodada inaugural adiado. Os gols corintianos foram marcados por: Batalha (contra), Renatinho, Murilo e Daniel. Di María, Neguinho e Douglas Nunes (contra) balançaram a rede para o Pato.

 

A primeira boa chance foi do Pato. Aos dois minutos, Batalha avançou pelo meio e encheu o pé. A bola explodiu no travessão e foi para fora. Um minuto depois, Rodriguinho lançou Robério, que tocou para fora, cara a cara com Guitta. Apesar do bom início de jogo da equipe visitante, quem saiu na frente foi o Corinthians. Após cobrança de lateral de Glaydson, a bola bateu em Douglas Nunes e foi morrer no fundo do gol.

 

Aos oito, Glaydson por muito pouco não marcou o segundo. Após roubar bola no ataque corintiano, ele bateu no canto, e Hulk foi buscar. Aos 12, o Pato chegou ao gol de empate. Em finalização rasteira de média distância, Henrique Di Maíra marcou o seu segundo gol na LNF 2018. O jogo seguiu movimentado até o fim do primeiro tempo. A cinco minutos do intervalo, Murilo concluiu de voleio, e a bola passou rente ao poste.

 

 

Renatinho acerta bomba no ângulo

 

Na jogada seguinte, o Pato cometeu a sua quinta falta, ficando pendurado nos minutos finais da etapa. O Alvinegro então aproveitou para definir o placar parcial aos 16. Depois de dominar a bola, Renatinho arriscou de longe e acertou a gaveta de Hulk: 2 a 1. O Pato não teve forças para reagir antes do intervalo, guardando todas as forças para o segundo tempo.

 

O segundo tempo começou com Wilde e Murilo desperdiçando chances para o Timão. Aos dois minutos, Alex avançou pela direita e chutou quase sem ângulo. Hulk defendeu com o pé. Aos cinco, Murilo arrancou e serviu Wilde de frente para o gol. Mais uma vez o goleiro da equipe paranaense salvou a sua equipe, dessa vez saindo da meta.

 

O Corinthians seguiu melhor nos minutos seguintes. Aos 11, Renatinho carimbou a trave. Dois minutos depois, o árbitro marcou um pênalti a favor dos paulistas. Na cobrança, Murilo deslocou Hulk, marcando o terceiro. A cinco minutos do fim, Guitta viu Hulk adiantado e arriscou o chute de longe. A bola resvalou no travessão.

 

 

Obina defende tiro livre direto

 

No lance seguinte, o Pato teve um tiro livre direto a seu favor. Na cobrança, o reserva Obina defendeu o chute da Danilo Baron. O Corinthians não demorou a marcar o quarto gol. Aproveitando que Robério estava atuando como goleiro-linha, Daniel bateu de longe para aumentar a vantagem alvinegra.

 

Aos sete, porém, o Pato descontou num gol contra de Douglas Nunes, voltando a ter esperanças. Segundos depois, Neguinho avançou sozinho e diminuiu para 4 a 3, aumentando o drama corintiano. A 57 segundos do término, Well teve a bola do empate, mas o chute pegou na trave, e a vitória ficou mesmo com os donos da casa. (LigaFutsal)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!