Em casa, São José dos Pinhais Futsal perde do Marreco pela Série Ouro
02/05/2018 10:09 em Futsal - Série Ouro do Paranaense

O São José dos Pinhais Futsal/Gamma segue sem vencer dentro de casa na Série Ouro do Campeonato Paranaense de Futsal. Não faltou luta, garra e determinação e, no duelo decidido nos detalhes, o time são-joseense perdeu para o Marreco Futsal por 6 a 3, na tarde desta terça-feira (01), no Ginásio Ney Braga, segue com seis pontos e ocupa a 10ª posição na classificação da competição estadual. A equipe tricolor terá agora dez dias de preparação para o embate diante do Marechal Cândido Rondon, dia 11, fora de casa.

 

Diante de um dos grandes times do futsal brasileiro, o São José dos Pinhais Futsal/Gamma não se intimidou. Apesar de o Marreco Futsal ter mais posse de bola, as melhores chances do primeiro tempo foram da equipe são-joseense. Aos dois 2 minutos, Murilo bateu cruzado e Reiler não chegou por pouco. Na sequência, em contra-ataque rápido, Dudu perdeu boa chance de abrir o placar.

 

O time são-joseense conseguia controlar bem as investidas do Marreco e criava seguidas chances de marcar. Aos 6, Augusto chutou e, no rebote de Beccon, Jhonatan perdeu. Um minuto mais tarde, Dudu recebeu na entrada da área, buscou o canto e a bola passou perto do gol.

 

O Marreco criou sua primeira grande chance aos 8 minutos, mas Jaime salvou no chute de Rafinha. Na sequência, Bateria recebeu livre e bateu com perigo. O São José dos Pinhais Futsal/Gamma quase foi letal em outro contra-ataque. Aos 10 minutos, Vico chutou forte e o goleiro Beccon salvou.

 

A partir dos 10 minutos, o time são-joseense perdeu um pouco da sua intensidade, mas seguiu controlando bem as investidas do Marreco. O time de Francisco Beltrão, no entanto, com toda a qualidade que tem, chegou perto de abrir o placar aos 17 minutos, mas depois da defesa de Jaime, Dudu salvou em cima da linha.

 

O segundo tempo começou de forma alucinante. O Marreco Futsal, aos 30 segundos, conseguiu o primeiro gol com Rafinha. Com uma dose de sorte, aos 2 minutos, Pedro Rei tentou cruzar e contou com desvio em Jhonatan para fazer o segundo gol. O time são-joseense não se entregou. Aos 3, Richard fez falta dura em Dudu, tomou o segundo amarelo e foi expulso.

 

Com um homem a mais, a pressão do São José dos Pinhais Futsal/Gamma em busca do primeiro gol aumentou. Depois de perder boas chances com Reiler e Dudu, o gol veio com Vico. O time são-joseense seguiu pressionando e, aos 7 minutos, Augusto cruzou e Vico não chegou por pouco.

 

Insistente, o gol de empate e que colocou mais justiça no placar veio aos 8 minutos. Augusto roubou a bola e serviu Reiler, que chutou no canto e contou com a falha do goleiro Beccon para igualar o placar. O jogo ganhou em emoção. Na sequência, Jhonatan perdeu a chance da virada na cara do gol. No contra-ataque, Pedro Rei, livre, mandou por cima.

 

O castigo para o time são-joseense veio aos 9 minutos. Em cobrança de falta ensaiada, Sol Sales marcou o terceiro dos beltronenses. A reação do São José dos Pinhais Futsal/Gamma foi rápida. Somente um minuto depois, Bateria saiu jogando errado, Augusto recuperou, acertou o ângulo e empatou a partida com um belo gol.

 

Com o empate, a partida seguiu com bolas alternativas para os dois times. Aos 11, Augusto arriscou da entrada da área e o goleiro Beccon fez boa defesa. Sem desperdiçar as chances que criou, o Marreco aproveitou a saída errada de bola do time são-joseense para fazer o quarto gol aos 12 minutos com Fabiano Assad.

 

Mesmo em desvantagem, o time são-joseense seguiu jogando de igual para igual. No entanto, aos 13, foi prejudicado pela arbitragem, que marcou penalidade inexistente de Vico. Bateria cobrou e aumentou a vantagem. Nos cinco minutos finais, o ala Jhonatan passou a atuar como goleiro-linha.

 

Com mais posse de bola e jogando todo na quadra ofensiva, o time são-joseense chegou perto de marcar em duas oportunidades, mas errou. Quem não desperdiçou foi o Marreco, aos 17 minutos, novamente com Fabiano Assad mandando de longe e ampliando a vantagem no Ney Braga. Até o final, a equipe tricolor não se entregou, mas não conseguiu evitar o revés dentro de casa.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!