Plataforma que agrega informações agrícolas vence o Hackathon na Expoingá
07/05/2018 - 11h21 em Notícias de Maringá

Uma plataforma digital, com capacidade para agregar outras existentes para uma gestão mais eficiente das atividades operacionais no campo, foi a vencedora do primeiro Hackathon Inova Agro. A maratona de hackers,

programadores, desenvolvedores e inventores, para criar soluções tecnológicas para o agronegócio, foi realizada com parte integrante da programação da 46ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá).

 

A competição foi aberta na sexta-feira à noite e encerrada no sábado às 16 horas, com a participação de 14 equipes formadas por jovens na faixa etária dos 20 anos, a maioria estudantes de Engenharia de Software do Unicesumar.

 

“Não foi difícil elaborar o projeto”, destaca Felipe Gerolomo de Oliveira, integrante da equipe AgroAmigo, vencedora da maratona. “Fizemos um brainstorming e após entendermos a proposta feita pela organização, iniciamos a criação. Cada um dava uma ideia e depois juntamos tudo e passamos para a execução”, ressalta Raphael Lucas Sartório.

 

A AgroAmigo demorou pouco mais de 10 horas para concluir a criação da plataforma. “Temos certeza de que o que criamos pode ser muito útil para o criador, pois nossa plataforma une todas as demais que são usadas na gestão da atividade rural, facilitando e agilizando o trabalho”, explica Yan Gimenes, o mais experiente da equipe, por já ter concluído o curso de Engenharia de Software. Pedro Matheus Silva Satin acrescenta que uma das vantagens do sistema vencedor é a simplicidade. “O usuário não precisará ter grande conhecimento de tecnologia para conseguir aproveitar as vantagens da nossa plataforma”, declara.

 

A presidente da Sociedade Rural de Maringá, Maria Iraclézia de Araújo, elogiou o empenho de todas as equipes e disse que, de alguma forma, todas já colaboram com o agronegócio. Segundo ela, a agricultura e a pecuária brasileiras aplicam cada vez mais tecnologia e o Hackathon é um incentivo para que os jovens tragam ideias para melhorar a atividade rural.

 

A equipe vencedora recebeu como prêmio um cheque de R$ 4 mil. A equipe Triantec, que criou o projeto Vision e ficou com o segundo lugar, com uma plataforma para o gerenciamento de todo o processo de produção, do plantio à colheita, recebeu um prêmio de R$ 2 mil.

 

Para realizar a competição em Maringá, a Sociedade Rural contou com parceiros como a Rural Jovem e Unicesumar; o patrocínio da Sicredi, Cocamar e Fomento Paraná, além do apoio do Sebrae.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!