Em Maringá, Rodrigo do Nascimento é tetracampeão brasileiro de Ciclismo de Estrada
01/07/2018 - 20h31 em Ciclismo

O fim de semana foi de muito pedal em Maringá. A cidade foi sede do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada, que começou na última quarta-feira (27/06) e terminou neste domingo (01/07) com disputas envolvendo desde as categorias de base até a Elite. No total, mais de 200 ciclistas de várias partes do país marcaram presença em busca do título nacional.

Depois de três dias de disputas, a prova masculina de resistência para as categorias Elite e Sub23 encerrou a programação do campeonato. O percurso, mais longo desta edição, contemplava dezessete voltas no circuito, totalizando 152km. As primeiras voltas serviu para as equipes se estudarem e o pelotão permaneceu compacto, apenas imprimindo um forte ritmo com os melhores atletas do país se revezando nas primeiras colocações.

A partir da quarta volta a corrida ficou mais agitada com vários ataques e tentativas de fuga. Já na segunda metade da prova, Alessandro Guimarães assumiu a liderança da competição e passou várias voltas na primeira colocação, sendo alcançado apenas nas últimas voltas por Rodrigo do Nascimento e Leonardo Finkler.

Os três atletas continuaram imprimindo um ritmo alucinante até a última volta, quando Rodrigo do Nascimento, que defende a equipe São Francisco Saúde/Ribeirão Preto, decidiu seguir sozinho para garantir o seu quarto título nacional de Ciclismo de Estrada (2009-2013-2016-2018), segundo na prova de resistência. 

“A prova teve um nível muito alto, fiquei impressionado com a renovação das equipes e várias novas promessas aparecendo de vez no cenário nacional. É muito gratificante vencer e poder servir de exemplo para esses novos atletas. Fico até emocionado, porque o ciclismo é muito duro, e só de terminar todos já podem ser considerados campeões. Sair com a quarta medalha de ouro em campeonatos nacionais é uma sensação muito boa de dever cumprido”, declarou Rodrigo do Nascimento, bastante emocionado.

Inhé, como é conhecido, completou o percurso em 3h53min56s, apenas quatro segundos a menos que o segundo colocado, Alessandro Guimarães, da Rio de Janeiro Cycling Team, que finalizou com 3h54min00. Fernando Augusto Finkler, da equipe Avaí/FME Florianópolis, fechou o pódio em terceiro com 3h54m07s.  Com o resultado, Finkler também conquistou a medalha de ouro na categoria Sub-23, que ainda contou com seu irmão Leonardo Finkler, da São Francisco Saúde/Ribeirão Preto, em segundo lugar, e Gabriel da Silva, da Funvic/São José dos Campos, em terceiro.

“O percurso era muito bom seletivo, com características que eu gosto bastante. Como eu fiz a minha pré-temporada treinando e competindo na Europa, isso foi fundamental para chegar bem no Brasileiro e buscar um lugar no pódio. Estou muito feliz, ainda sem acreditar, mas agradeço demais a equipe de Avai e também minha família que torceu a cada minuto da competição”, comentou Finkler.


CURSO DE COMISSÁRIOS


Em paralelo ao campeonato brasileiro, a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) também realizou o curso de reciclagem e nivelamento para comissários de Ciclismo de Estrada. O objetivo desta ação foi valorizar os comissários de nível estadual e propiciar uma experiência única com a participação dos alunos no colégio de comissários do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada.

Os alunos participaram de um seminário inicial, com o intuito de discutir e tirar dúvidas sobre situações de corrida e regras da modalidade, e posteriormente tiveram a possibilidade de se tornarem comissários nacionais por meio da prova de nivelamento.

JOGO LIMPO
Em parceria com a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), foram feitos 48 exames antidoping durante o Campeonato Brasileiro. Os testes foram realizados desde as categorias de base, até a Sub-23 e Elite (masculino e feminino). O objetivo é seguir intensificando o controle em todas as disciplinas.

Atualmente, a confederação também trabalha em projetos com parceria do Ministério Público do Trabalho, e da ABCD, no sentido criar atividades educacionais, preventivas e repressivas relacionadas a temática de combate ao assédio, abuso, doping, manipulação de resultados, racismo e infrações em geral.

A confederação também conta com um Comitê de Ética e Integridade, além de uma Organização Antidoping exclusiva para o ciclismo. Todas as informações podem ser acessadas através do link.

O Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada Elite e Junior foi uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Paranaense de Ciclismo (FPC), com apoio da Prefeitura Municipal de Maringá, através da Secretária de Esporte e Laser, Mais Saúde, Faculdade Eficaz, Arprint, Refriko, Penks e Office Bike. (
Foto: Luis Claudio Antunes/CBC)


CLASSIFICAÇÃO COMPLETA

Resultados da prova de resistência da categoria Elite [VEJA AQUI]

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!