Palmeiras na final da Libertadores deixa o SBT por 52 minutos na liderança em SP
30/09/2021 08:28 em Imprensa

Na noite da última terça-feira, dia 28/09, o SBT levou ao ar o duelo entre Atlético/MG e Palmeiras, válido pelo segundo e decisivo confronto das semifinais da Copa Libertadores, direto do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e superou a emissora líder durante 52 minutos consecutivos no ranking geral das audiências na Grande São Paulo.

 

No ar das 21h30 às 23h25, o empate em 1 a 1, que resultou na classificação do time paulista à final da principal competição de clubes do continente, o SBT marcou 18,6 pontos de média, 28% de share e 22 pontos de pico e fechou na segunda colocação isolada com 117% mais audiência que a emissora terceira colocada, que marcou apenas 8,6 pontos de média com a exibição de duas novelas e um reality show. A emissora líder, com a exibição de uma novela e um programa musical, fechou com 22,1. Considerando somente o confronto com a atração musical, ate as 23h25, o SBT conquistou o primeiro lugar isolado ao vencer por 20,5 a 17,1 de média.

 

Somente no horário da exibição da partida o SBT alcançou 2,4 milhões de lares e 2,8 milhões de pessoas.

 

No PNT (Painel Nacional de Televisão) o SBT ficou na liderança por 35 minutos consecutivosdas 22h50 às 23h24.

 

Na média geral, a emissora garantiu a vice-liderança com 15,6 pontos de média, 25% de share e 18,3 pontos de pico. Índice 108% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que na mesma faixa de exibição marcou apenas 7,5 pontos de média. A emissora líder registrou 21,5 pontos de média.

 

No total, no horário da bola em jogo, o SBT alcançou 18,2 milhões de residências e 25,2 milhões de pessoas no Brasil.

 

Foi o melhor jogo em audiência desde o início da transmissão da competição, em 10 de março deste ano.

 

No Distrito Federal o SBT também superou a emissora líder e alcançou o primeiro lugar no ranking geral das audiências durante 50 minutos consecutivos, das 22h35 às 23h24.

 

Na média geral da transmissão, a emissora registrou 16,2 pontos de média, 27% de share e 20 pontos de pico. Índice 218% superior ao registrado pela terceira colocada, que ficou com 5,1. A líder fechou com 17,8.

 

 

·        Liderança absoluta

 

Em Manaus a transmissão da partida colocou o SBT na liderança na média geral. No horário do confronto entre Atlético/MG e Palmeiras, 21h30 às 23h25, a emissora cravou 22 pontos de média contra 21,6 da segunda colocada. A terceira registrou apenas 6,3 pontos de média.

 

Em Goiânia o SBT também conquistou a liderança absoluta no ranking geral das audiências. Na faixa horária da bola em jogo a emissora marcou 18,5 pontos de média contra apenas 12,9 da segunda colocada e 12,9 da terceira.

 

 

·        Vice-liderança

 

Além de incomodar a emissora líder em diversas praças importantes, o SBT garantiu a segunda colocação com ampla vantagem em outras cidades aferidas pelo Kantar Ibope Media.

 

Em Fortaleza o duelo entre mineiros e paulistas rendeu ao canal 16,5 pontos de média contra 5,2 da terceira colocada e 18,3 da primeira.

 

Em Belém o SBT conquistou a segunda colocação com o dobro da audiência da terceira colocada. No horário do jogo marcou 13 pontos de média contra 6,5 da concorrente. A líder fechou com 22,1 de média.

 

No Rio de Janeiro, a exibição da disputa pela vaga na final da principal competição do continente também rendeu excelente desempenho ao SBT, que registrou 13 pontos de média contra 8 da terceira e 26,9 da primeira colocada.

 

No Recife o SBT marcou 11,6 pontos de média e também garantiu a vice-liderança isolada. A terceira ficou com 5,2 e a líder alcançou 21,1 pontos de média.

 

Em Salvador o SBT registrou 11,1 pontos de média contra 10,5 da terceira colocada e 18,8 da primeira.

 

Em Florianópolis a segunda colocação foi alcançada com 8,7 pontos de média contra apenas 3,5 da terceira colocada e 20,7 da primeira.

 

Já em Curitiba o SBT ficou com 8,3 pontos de média. A emissora líder marcou 22,1 e a terceira alcançou apenas 7,1.

 

O jogo

 

O Palmeiras chegou a mais uma final de Copa Libertadores, ao empatar com 1 a 1 diante do Atlético-MG, no Mineirão. Pelo fato de o jogo em São Paulo ter terminado empatado em 0 a 0, qualquer empate com gols classificava a equipe paulista para a grande decisão. A time mineiro precisava da vitória para avançar à final sem a necessidade dos pênaltis. Agora, o time comandado por Abel Ferreira aguarda quem passar de Barcelona de Guayaquil e Flamengo, que se enfrentam nesta quarta-feira.

 

Final

 

A final da Libertadores está marcada para acontecer no dia 27 de novembro, no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, com ampla cobertura do SBT.

 

(Assessoria)

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!