Prefeitura de Maringá e UEM realizam oficinas de português para haitianos
12/11/2022 15:34 em Ginástica
Com o objetivo de integrar os migrantes e refugiados haitianos que vivem em Maringá, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Juventude, Cidadania e Migrantes (Sejuc), em parceria com o Escritório de Cooperação Internacional (ECI) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), promove oficinas com noções básicas da língua portuguesa de forma presencial. 
 
A oficina visa ensinar aos participantes as regras da língua portuguesa por meio do alfabeto e sons, incluindo a forma correta de pronunciar as palavras; os numerais; o vocabulário enquanto elementos de frases, com significados e sentidos; a forma de dialogar com outras pessoas sobre situações do dia a dia; as alimentações e costumes; a leitura e escrita básica; a cultura brasileira e outros temas. 
 
“Essa parceria que realizamos junto à UEM contribui para que os migrantes possam ter mais oportunidades em nossa cidade. Eles recebem uma declaração de 24 horas de curso e podem escolher três níveis: iniciante, básico ou intermediário”, explica o secretário de Juventude, Emmanuel Predestin.  
 
Contribuindo significativamente com a mudança de vida dos migrantes haitianos, a oficina também auxilia na conquista da autonomia e facilita o ingresso no mercado de trabalho. É o caso da Dieussica Louis, técnica de agroecologia e haitiana residente em Maringá há nove anos. “O curso me deu a oportunidade de aprender sobre gramática, interpretação de textos e escrita. Ao chegar em um país diferente, no qual é necessário uma boa convivência para poder viver bem, é muito importante ter um curso como esse para a comunicação. O curso tem uma contribuição fundamental para nós”, explica.
 
Podem participar da oficina migrantes ou estrangeiros com pouco ou nenhum conhecimento da língua portuguesa e que residem em Maringá ou região. As aulas acontecem todas às terças e quintas-feiras, das 18h às 19h, no Bloco G34, sala 211, da Universidade Estadual de Maringá. 
 
Mais informações pelo telefone: (44) 3011-4441.
(Texto: Gabriela Cadamuro. Foto: Thiago Louzada/PMM)
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!