Etiene Medeiros estreia em Recife como nadadora de seu instituto
03/05/2023 17:40 em Natação

Etiene Medeiros viveu um momento especial em Recife (PE). A pernambucana caiu na piscina pela primeira vez como nadadora do Instituto Etiene Medeiros (IEM). Foi no Campeonato Pernambucano, realizado no fim de semana. Ao seu lado, onze atletas do IEM – sete meninas e quatro meninos. E nessa nova etapa da carreira, Etiene não só competiu, mas também motivou os alunos do instituto com sua presença, coordenando o grupo, incentivando  e aplaudindo seus resultados.

Os atletas do IEM disputaram um total de 39 provas no torneio, conquistando 28 medalhas - cinco de ouro, 18 de prata e cinco de bronze -, melhorando os tempos em quase 74,40% delas. A competição foi preparatória para o Campeonato Nordeste de Natação, que será realizado a partir do dia 19 e até o dia 21 deste mês, em Aracajú (SE).

Um momento especial e, também, pioneiro: Etiene é a primeira nadadora brasileira a competir pela sua instituição. Fundado pela pernambucana, o IEM reúne um total de 160 alunos, em dois projetos, desenvolvidos desde o ano passado: o Natação com Rendimento e o Braçadas que Transformam.

São crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, do Recife e Região Metropolitana, que fazem parte da rede pública de ensino do Estado de Pernambuco. Eles têm acesso às atividades oferecidas pelo Instituto, com ações sempre de terça-feira a sexta-feira, no Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem.

“Está sendo muito bom voltar para o Recife e nadar pelo Instituto, uma nova etapa da minha vida, buscando alavancar a natação pernambucana, motivar essa garotada, dar exemplo, mostrar que competir não se resume a ganhar medalha e sim tudo de bom que envolve o esporte", afirma Etiene, que está treinando com o  técnico Antônio Coutinho.

Agora, Etiene estará junto com a equipe do IEM que viaja no dia 18 para Aracajú. Será a segunda vez que os atletas do Instituto competirão fora de Recife – a primeira foi no ano passado, em João Pessoa (PB). 

Desde abril, Etiene voltou a morar na capital pernambucana, passando a acompanhar mais de perto as atividades do IEM, além da sua rotina de treinos e campeonatos. Como nessa competição, nadando com a garotada e convivendo com as crianças e adolescentes, tirando fotos na arquibancada, colocando sua experiência, seu conhecimento, junto aos alunos.

Etiene Medeiros - Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Mundial de Natação, Etiene está entre as melhores do mundo nos 50 metros costas há seis anos. Antes do título em 2017, em Budapeste (HUN), foi quarta colocada no Mundial em Barcelona 2013 e bronze em Kazan 2015. Ela também é bicampeã do mundo em piscina curta (Doha/2014, quando bateu o recorde mundial, e Windsor/2016), além da vitória no revezamento medley misto em 2014. Em 2019, acrescentou mais uma medalha em Mundiais, a prata nos 50 m costas. Única brasileira bicampeã pan-americana de natação - ganhou ouro nos 100 m costas em Toronto, em 2015, e nos 50 m livre em Lima, em 2019 -, Etiene soma nove medalhas no Pan, sendo quatro no Canadá e cinco no Peru.

Sobre o IEM - O IEM contribui para a formação de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade com aulas de natação, desenvolvimento de habilidades, cidadania, cultura e diversidade, além de acompanhamento psicossocial do grupo e encontros com nutricionista para orientações alimentares. Todas as atividades são realizadas no parque aquático do Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, Recife (PE), de terça a sexta-feira. Os alunos fazem parte da rede pública de ensino do Estado de Pernambuco e precisam participar de até 75% das atividades mensais do IEM para garantirem permanência no projeto.

(Assessoria)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!