Governos federal e do Paraná assinam protocolo para fortalecer a rede de proteção a infância
12/08/2019 20:20 em Notícias do Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, assinaram nessa segunda-feira (12/08), no Palácio Iguaçu, dois importantes protocolos de intenções que visam fortalecer a rede de proteção à infância e à mulher 

 

O primeiro prevê a implementação de ações integradas para a capacitação e formação continuada para o fortalecimento e a efetividade do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente. O segundo, a uniformização do encaminhamento de denúncias referentes a violência contra a mulher, oriundas dos telefones Disque 100 e do Ligue 180, para maior celeridade nas medidas protetivas, bem como montar uma base de dados com indicadores para o mapeamento das violações em todo o território do Paraná. “Temos que ter responsabilidade e cuidar das pessoas mais frágeis, criando políticas públicas capazes de permitir a melhoria da qualidade de vida da população, em especial dos mais humildes, os que são invisíveis”, disse o governador Ratinho Junior, agradecendo a visita da ministra.

 

“Estamos trabalhando para fazer uma gestão eficiente, construindo proteção para os que mais precisam, como os idosos. Pesquisas revelam que em dez anos, o Paraná terá mais idosos do que crianças”, disse o governador, citando também programas para a criança e adolescência, como o Criança Protegida, a Força-Tarefa Infância Segura de Prevenção e Combate a Crimes Contra a Criança, criado nesta gestão da Sejuf.

 

O secretário Ney Leprevost falou sobre a importância de se trabalhar em sintonia com o Governo Federal, reafirmando sua prioridade no combate à violação de direitos e que sua prioridade, frente à Sejuf, é a atenção à criança e ao idoso e o aumento do emprego e da renda, com a qualificação de trabalhadores para que tenham uma vida profissional próspera. “Implantamos o Criança Feliz, programa desenvolvido em parceria com o Ministério da Cidadania para promover o desenvolvimento infantil integral na primeira infância, apoiando a gestante e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados pós-gravidez, e agora essa importante parceria com o Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para aumentar à proteção à criança e à mulher”, citou.

 

Sobre a uniformização do encaminhamento de denúncias referentes à violência contra a mulher, decorrentes do Disque 100 e do Ligue 180, Leprevost disse que está intensificando o trabalho de conscientização no interior do estado. “Temos recebido relatórios de pequenas cidades, onde o número de homicídios é baixo e o de violência contra a mulher é relevante”, informou.

 

A Ministra Damares Alves elogiou o trabalho do Governo do Paraná e pediu atenção ao crescente número de suicídio e automutilação entre jovens e crianças. “A capacitação e a formação continuada servirá para cuidadores, professores, enfermeiros, conselheiros tutelares tenham informações necessárias para ouvir o grito de socorro de muitas crianças que estão sofrendo e não conseguem chamar a atenção”, disse ela, elogiando ainda a implantação do programa Detox Digital no Paraná.

(Foto: Assessoria)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!