Offline

Com apoio do COB, surfe brasileiro participa do ISA World Surfing Games
07/09/2019 13:24 em Esporte Amador - Nacional

Começa neste sábado, 07, os Jogos Mundiais de Surfe da ISA (Associação Internacional de Surfe). O Brasil será representado por seis atletas na competição, numa parceria entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB), que organizou toda a logística, e a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). No masculino, Filipe Toledo, atual líder do ranking mundial, Gabriel Medina, atual campeão mundial, e Italo Ferreira (6º no ranking 2019). Já no feminino, Tatiana Weston Webb  (8ª no ranking), Silvana Lima (13ª) e a jovem Tainá Hinckel, bicampeã brasileira Sub 16.

 

É a segunda vez consecutiva que a competição é disputada no Japão e vai reunir 240 participantes, com o maior número de mulheres da história, um total de 103 (43% do total), e um número recorde de países participantes, 55, nos nove dias de disputas na Ilha de Miyazaki. A participação no evento é um dos requisitos para a elegibilidade dos atletas para a participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Mesmo servindo como teste para a organização, daqui a 11 meses, a disputa da modalidade será na praia de Tsurigasaki, na ilha de Chiba.

 

 Algumas das maiores estrelas da competição, ambos ex-medalhistas de ouro no Mundial Júnior da ISA, Filipe Toledo e Gabriel Medina estiveram entre os convidados para a coletiva de imprensa da competição, nesta sexta. Os brasileiros falaram sobre a empolgação de representar o país na competição.

 

“Você tem apenas uma chance de se apresentar nos Jogos Olímpicos, o que torna isso emocionante e especial", acrescentou Medina. “Estou animado para competir aqui no Japão pela primeira vez. É um grande momento para o nosso esporte”, completou Gabriel, campeão Sub 18 da ISA no início de 2010 na Nova Zelândia.

 

“É uma honra estar aqui. Com 55 países de todo o mundo participando, este evento realmente mostra o quão grande é o surfe. Surfar por uma medalha de ouro nas Olimpíadas será muito maior do que qualquer coisa que temos atualmente no esporte. Há um longo caminho para Tóquio, mas espero estar lá e ganhar uma medalha de ouro para o meu país”, disse Toledo, campeão do Sub 16 no Mundial Júnior da ISA no Peru em 2011.

 

Logo depois do ISA Games, Filipe retorna para a Califórnia/EUA para defender a liderança do ranking na etapa no Surf Ranch, a piscina de ondas, a partir do dia 19. “É gratificante poder chegar na piscina com a lycra amarela de número 1 do Mundo, ainda mais esse ano que tem muita gente diferente ganhando. Toda hora sempre um bem perto do primeiro colocado”, relata. Com melhores resultados na temporada a vitória na etapa de Saquarema, o segundo lugar em Bells Beach (Austrália), o terceiro em JBay (África do Sul) e o quinto em Bali (Indonésia), Filipe aparece em primeiro lugar no ranking da WSL. Restam ainda quatro etapas:  além de Surf Ranch, Portugal, França e a final no Havaí.

 

Tóquio 2020

A modalidade terá 20 homens e 20 mulheres, com no máximo dois atletas de cada gênero por país. Todos os surfistas selecionados por suas respectivas Confederações Nacionais deverão participar dos Jogos Mundiais de Surfe da ISA em 2019 e/ou 2020, para serem elegíveis para a qualificação olímpica. Os detalhes finais dos requisitos de elegibilidade ainda estão sendo analisados pelo ISA e pelo COI.

 

A ordem de qualificação será a seguinte:

2019 World Surf League Championship Tour: Primeiros 10 homens elegíveis e primeiras 8 mulheres elegíveis.

 

Jogos ISA World Surfing 2020: Primeiros 4 homens elegíveis e 6 primeiras mulheres elegíveis.

 

Jogos ISA World Surfing 2019: 4 homens e 4 mulheres selecionados com base em seu continente. Os melhores surfistas qualificados de cada gênero da África, Ásia, Europa e Oceania.

 

Jogos Pan-americanos de 2019 : Primeiro homem elegível e primeira mulher elegível nas competições de surf.

 

Agenda provisória do evento:

7 de setembro

Desfile das Nações e Cerimônia de Abertura

Possível início da categoria Feminina

 

8 e 9 de setembro

Feminino

 

10 de setembro

Aloha Cup (a ser determinado)

Feminino

Início do Masculino

 

11 de setembro

Feminino – Finais

Masculino

 

12, 13 e 14 de setembro

Masculino

 

15 de setembro

Open Masculino – Finais

Cerimônia de encerramento

 

MAIS...

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!