Conferência internacional vai discutir na capital políticas para a família
13/11/2019 10:13 em Notícias do Paraná

Curitiba sediará pela primeira vez a Conferência Internacional Família e Inovação Social, que será realizada dia 29 de novembro, no auditório do Museu Oscar Niemayer, para discutir políticas voltadas à família, com ênfase no combate à pobreza e a violência, saúde, igualdade e geração de emprego.

 

Promovida pela International Federation for Family (IFFD), ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), em parceria com as secretarias da Justiça, Família e Trabalho e do Planejamento e Projetos Estruturantes do Governo do Paraná, a conferência vai reunir participantes da Itália, França, Grécia, Áustria, Sérvia, Colômbia, Estados Unidos e Brasil.

 

A realização da conferência foi acertada em junho, durante reunião entre o governador Ratinho Junior e o diretor da Federação Internacional para o Desenvolvimento da Família, Ignacio Socías. Esse encontro foi o primeiro passo para o estabelecimento de parcerias entre a instituição e o Estado.

 

“Esta é a primeira vez que a reunião anual dos membros do IFFD acontece no Brasil”, lembra o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. “Na ocasião, teremos a possibilidade de apresentar os programas prioritários para beneficiar as famílias, que estão sendo desenvolvidos pela Sejuf, como o Família Paranaense, Força-Tarefa Infância Segura, Paraná Cidadão, Criança Feliz, Rede Família Solidária, entre outros”.

 

O secretário Valdemar Bernardo Jorge, do Planejamento, explica que a realização da conferência no Brasil servirá também para a troca de experiências. “É uma oportunidade de identificar o que outras regiões do mundo estão fazendo para melhorar a qualidade de vida das cidades a partir do bem estar das famílias”, afirmou.

 

A International Federation for Family é uma instituição não governamental, independente e sem fins lucrativos, com status consultivo junto ao Conselho Econômico e Social da ONU e que tem como missão apoiar as famílias por meio de treinamento. Seus programas são oferecidos em 66 países nos cinco continentes e têm metodologia participativa. Ela tem parcerias com diversas entidades e mais de 7 mil voluntários em todo o mundo.

 

Temas

 

A programação trará dois dias de discussões internas com especialistas da IFFD e observadores brasileiros e, no terceiro dia, a conferência será aberta ao público para apresentação de resultados.

 

Os debates nos dias 27 e 28 de novembro (quarta e quinta) contarão com a presença de mais de 300 observadores especialmente convidados para avaliar as estratégias de implementação, monitoramento e avaliação de políticas de apoio à família no contexto estadual, alinhados à agenda 2030 da ONU. Também serão apresentados o resultado de programas de apoio às famílias que apresentam bons indicadores em áreas como cuidado com idosos, saúde, moradia de baixo custo, educação, segurança e trabalho, temas que compõem os dez pilares do projeto Cidades Inclusivas para famílias sustentáveis, desenvolvido pela IFFD.

 

Destas reuniões sairá uma carta de intenções sobre as políticas públicas de interesse econômico e social, que trazem indicadores de grande relevância, para subsidiar o Paraná na temática de apoio à família.

 

Já no dia 29, sexta-feira, será realizada a Conferência Internacional Família e Inovação Social, aberta ao público. Podem participar entidades sociais, organizações governamentais e não governamentais, professores, estudantes e a população em geral. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link bit.ly/conferencia-elp.

(Arte: Assessoria)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!