Contratação de professores temporários reforça a retomada do calendário acadêmico na UEM
31/07/2020 15:34 em Notícias de Maringá

O processo de contratação de professores temporários está em andamento na UEM, que já convocou 72 docentes aprovados em teste seletivo e nesta sexta-feira (31) deve publicar em Diário Oficial a convocação de mais 21. Os contratos terão validade a partir do dia 10 de agosto, uma semana antes de começarem as aulas remotas para os cursos de graduação.

 

 

Segundo o reitor, Julio César Damasceno, com a aprovação da retomada do ano letivo na UEM, acordada na semana passada, em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, os encaminhamentos para contratação dos novos professores ganharam agilidade. “Estamos empenhando esforços para efetivação dos docentes, garantindo assim a oferta das disciplinas, cumprindo assim um compromisso assumido pela gestão”, afirma o reitor.

 

De acordo com o pró-reitor de Recursos Humanos, Luis Otávio Goulart, o quantitativo foi calculado a partir do levantamento das necessidades de cada departamento e tendo como base o decreto do governo do Estado que autoriza o total de horas de trabalho docente em regime especial. “Atualmente, a UEM tem garantido 18 mil horas semanais”, afirma o pró-reitor.

 

Goulart lembra ainda que estão em andamento dois Processos Seletivos Simplificados (PSS), abertos para a selecionar mais 59 docentes temporários que deverão cobrir as vagas de docentes cujos prazos de contratação estão vencendo. Segundo ele, as inscrições ainda permanecem abertas e pelo cronograma dos editais as atividades docentes desse grupo começam em outubro. Os dois editais estão disponíveis em www.uem.br/concurso.

 

Vale destacar que, em razão da pandemia, quase todas as etapas do PSS são on-line. A exceção fica por conta da prova didática que será presencial, conforme aprovação do Conselho de Administração.  Goulart, entretanto, afirma que as exames serão realizados respeitando todos os procedimentos de segurança.

 

Ricardo Dias Silva, vice-reitor da UEM, salienta a importância de contratação dos professores temporários para viabilizar o início do ano letivo na Universidade, marcado para 17 de agosto, dentro deste momento atípico que, segundo ele, está demandando inúmeras adequações. “O processo de contratação de docentes é uma das frentes de trabalho. Há um complexo planejamento para a oferta de aulas remotas nos cursos de graduação com muitas ações em andamento”, afirma Dias Silva, que cita o Projeto de Inclusão Digital como exemplo de ação em curso. O projeto visa dar suporte aos estudantes de graduação sem acesso ou com acesso limitado ao mundo virtual.

(Comunicação UEM)

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!