Escolinha de Triathlon de Curitiba comemora retorno aos treinos presenciais
20/08/2021 14:42 em Triathlon

Nova temporada, novos desafios. Em seu sexto ano, a Escolinha de Triathlon Formando Campeões retomou com força total as aulas presenciais no Colégio da Polícia Militar do Paraná. A missão agora é readaptar todas as turmas à rotina normal dos treinos. O projeto encerrou com sucesso, no início de agosto, a iniciativa inédita de fazer aulas online para enfrentar o isolamento social imposto pela pandemia.

Todos os 80 alunos retomaram os treinos no CPM. Para garantir a segurança tanto da criançada como dos familiares e equipe de professores, em relação à pandemia de coronavírus, foram estabelecidos alguns protocolos. Entre eles, o distanciamento social, turmas reduzidas na piscina, uso de máscaras e álcool em gel e utilização mínima dos vestiários. A readaptação à rotina está sendo feita de forma gradual, com atividades mais leves.

"As crianças estão super entusiasmadas com as aulas presenciais e, pelos relatos deles e dos familiares, tudo melhorou. Sentiam muita saudade da socialização, da prática ao ar livre, das amizades, dos desafios diários", conta o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. "Neste início, tiveram um pouco de dificuldade com relação à natação, pois a maioria não nadava há mais de um ano. Mas aos poucos todos estão entrando no ritmo."

 

Evolução em mais de 300 aulas online

Se a fase de readaptação das crianças aos treinos presenciais está sendo rápida, muito se deve ao trabalho feito pela Escolinha de Triathlon durante o período mais crítico da pandemia. O projeto permaneceu o tempo todo em atividade, entrando no ambiente virtual para que os alunos mantivessem o condicionamento físico em casa. Em 15 meses, foram 314 vídeos gravados para o Youtube e 384 encontros ao vivo na internet, com adesão maciça e evolução física das crianças.

Os vídeos gravados para o Youtube de segunda a sexta-feira traziam exercícios funcionais e técnicas de corrida e bike, para desenvolver o sistema cardiorrespiratório, a força e a resistência. Os encontros ao vivo, com exercícios mais dinâmicos e muita música, proporcionaram uma aproximação maior entre professores e alunos.

"Os resultados dos alunos, nesse período, foram ótimos. A evolução deles é visível, tanto no processo de coordenação motora quanto cognitivo", destaca Ricardo Júnior Cardoso, coordenador do projeto. "Com o retorno das aulas presenciais, o objetivo é inserir todos na rotina normal dos treinos e iniciá-los em todos os fundamentos e história do triathlon. A ideia é fazer com que eles possam se divertir e sentir prazer com esse esporte."

 

Metas da Agenda 2030 na Escolinha

A formação de crianças e adolescentes por meio do esporte é a principal missão da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Mais do que as técnicas do nada, pedala e corre, a equipe técnica segue diretrizes pedagógicas para orientar os triatletas mirins em questões como organização pessoal, disciplina e respeito aos pais e professores.

Essas diretrizes também estão de acordo com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, a ONU, com a qual o projeto está comprometido. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto o compartilhamento dos equipamentos de treino, a preocupação com uma educação escolar de qualidade, adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

(Assessoria)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rodape