OPINIÃO – ´Londrina tem caminho espinhoso pela frente´
20/09/2016 09:04 em Futebol - Brasileiro da Série B

Lúcio Flávio/Bonde

Também jornalista da Folha de Londrina e repórter da Rádio Paiquerê

 

 

Apesar dos tropeços nas últimas três rodadas, o Londrina segue vivo na briga por uma vaga no G4 da Série B. A pontuação permite e o equilíbrio da competição também. 

Dentro do clube, todos seguem o mesmo discurso que o objetivo principal é se manter na Série B. No que não estão errados. Chegar aos 45 pontos não será tão difícil assim. É questão de tempo para o alviceleste alcançar mais duas vitórias e não correr mais riscos. 

Porém, se quiser algo melhor na competição terá que melhorar seu rendimento, sobretudo em casa, e mostrar que é um time de chegada. O caminho não será fácil até o final. 

Nas 12 rodadas restantes, dos dez primeiros colocados, o LEC irá enfrentar ainda sete. Não jogou com nenhum integrante do G4. Terá Vasco, Brasil, Criciúma e Vila Nova fora de casa. No Café, recebe o Atlético Goianiense, o Bahia e o Avaí. 

Joga ainda em casa com o Luverdense, que matematicamente, aspira possibilidades de chegar entre os primeiros. É um adversário direto. 

Daqueles que efetivamente vão brigar apenas contra o rebaixamento, o LEC terá quatro confrontos. Recebe o Paysandu e o Oeste e visita o Bragantino e o Sampaio Corrêa. 

Teoricamente, o Londrina tem muito mais jogos difíceis nesta reta final. O que acalenta o torcedor é que, normalmente, o time joga melhor com adversários fortes. A expectativa é que esta sina seja mantida. 

Como o campeonato está nivelado por baixo e o perde e ganha é muito grande, o quarto colocado pode se classificar com 60, 62 pontos. No melhor cenário, o Londrina precisaria de mais 21 pontos. Sete vitórias nas últimas 12 rodadas. 

Resta saber se o time acredita que isso é possível?

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!