Flamengo derrota Vasco por 3 a 2 no primeiro jogo da semifinal do Carioca
14/03/2023 08:32 em Futebol - Campeonato Carioca

Na noite de segunda-feira (13), o Maracanã foi palco de Clássico dos Milhões. Embalados pela busca por uma vaga na final do Campeonato Carioca de 2023, Flamengo e Vasco se encontraram no Templo do Futebol. Mais de 41 mil torcedores - de maioria rubro-negra - assistiram a um jogaço com cinco gols, virada e vantagem do Mengão: 3 a 2. Arrascaeta, Pedro e Fabrício Bruno marcaram os gols rubro-negros.

Com o placar, o Mais Querido tem a vantagem do empate no jogo de volta, que acontece no próximo domingo (19), às 18h, no Maracanã.

O jogo

O Mais Querido tomou a frente nas ações do jogo desde o início. Nos primeiros cinco minutos, Gabi e Thiago Maia finalizaram - o camisa oito obrigou o goleiro a defender após boa ajeitada de Pedro. O Flamengo jogou mais com a bola e ditou o ritmo do primeiro tempo, enquanto o Vasco se recolheu e buscou explorar os contra-ataques. Gabriel Pec abriu o placar para o adversário aos dez minutos. O gol sofrido não alterou o esquema de jogo nem esfriou o ímpeto rubro-negro, com o cenário propositivo se mantendo. O empate veio pouco depois, aos 23: em chutaço de fora da área, De Arrascaeta balançou a rede e levantou a Nação. O Flamengo continuou subindo a marcação e jogando no campo de ataque. Arrascaeta tabelou com Pedro e chutou rasteiro, mas o goleiro segurou. Em cruzamento, Pedro não alcançou e Gabi quase marcou após bate-rebate. A virada veio em gol de Pedro ainda no primeiro tempo. A zaga vascaína bobeou na saída de bola frente à pressão alta rubro-negra e o camisa nove não perdoou. Antes do intervalo, Gabi sofreu falta próximo à área. A bola foi alçada na área, mas não resultou em finalização.

O Rubro-Negro foi para o intervalo com 65% da posse de bola e 245 passes certos, frente a 99 trocas do rival.

No início da segunda etapa, o panorama se manteve. O Flamengo se impôs técnica e taticamente, dominando o jogo. Antes dos oito minutos, o Mais Querido invadiu a área adversária com perigo em duas ocasiões, primeiro em passe de Gabi para Ayrton Lucas e, em seguida, em chute do camisa dez que acabou desviando em Pedro e saindo pela linha de fundo. O Cruzmaltino conseguiu deixar tudo igual aos 14 minutos, em contra-ataque finalizado por Alex Teixeira. Na parada técnica, Vitor Pereira fez as primeiras alterações, colocando Everton Ribeiro no lugar de Vidal e Cebolinha na vaga de Ayrton Lucas. Logo na primeira participação, o camisa sete deixou Matheuzinho em condição de cruzar para a área, mas ninguém alcançou a bola para finalizar. Aos 28, o “Miteiro” sofreu falta pela direita ao tentar tabelar novamente com o lateral. Arrascaeta foi para a cobrança e encontrou Fabrício Bruno, que, de cabeça, colocou o Mengão à frente no placar novamente. Aos 33, Matheuzinho levou a pior em dividida e precisou ser substituído, dando lugar a Matheus França. 

Mesmo com a vantagem no placar, o Flamengo não abriu mão da bola e continuou criando dentro da área do Vasco. Cebolinha mostrou agilidade e qualidade pela esquerda, enquanto Gabi assumiu a função de dar equilíbrio pelo centro do campo. Em grande trama ofensiva, Everton Ribeiro buscou Arrascaeta, que deixou Pedro à vontade para finalizar. O camisa nove bateu rasteiro, mas o goleiro vascaíno conseguiu defender com a ponta dos dedos. Matheus Gonçalves foi a última mudança rubro-negra, entrando na vaga de Gabi aos 43. Pouco depois, porém, o cria foi expulso. A raça rubro-negra predominou nos minutos finais, onde o Vasco não conseguiu criar nenhuma chance.

(Texto: Chico Freire. Foto: Gilvan Souza/Flamengo Oficial)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!