Atletismo do Brasil conquista três medalhas de ouro e uma prata nos Jogos Pan-americanos
10/08/2019 10:29 em Jogos Pan-Americanos do Peru

O atletismo brasileiro está mostrando nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 que retomou o caminho das vitórias. Somente nesta sexta-feira, dia 9, a equipe do Brasil conquistou mais quatro medalhas na competição, sendo três de ouro e uma de prata. O destaque, mais uma vez, foi para os velocistas. Os revezamentos 4x100m rasos masculino e feminino alcançaram o lugar mais alto do pódio. Vitória Rosa, que participou do revezamento de ouro, também conquistou a prata nos 200m rasos. Na quarta, ela já havia conquistado a prata nos 100m e soma agora três pódios em Lima 2019. Para completar, Ederson Vilela arrancou feito velocista nas duas últimas voltas dos 10.000m e também levou o ouro para casa. 

 

 

A primeira medalha de ouro do dia veio em uma prova em que o Brasil não era favorito. Ederson conseguiu ser estrategista durante a corrida, se segurado nas últimas posições para guardar forças para uma arrancada impressionante. O brasileiro teve forças até a linha de chegada, despencando logo em seguida. O trabalho já estava feito. A marca foi a melhor da sua vida, 28min27s44, na frente dos americanos Reid Buchanan, com 28min28s41 e Lawi Lalang, com 28min31s75.

 

"Estou em um bom momento na carreira, mas as provas de fundo não tenho grandes resultados internacionais porque a concorrência é muito forte, com quenianos. Mas estou subindo degrau por degrau e espero ter meu nome reconhecido agora", continuou o atleta, que se emocionou e foi às lágrimas no pódio. “Fiquei muito emocionado e pensei em um todo o caminho até chegar aqui. Foi um caminho muito duro até aqui”, disse Ederson.

 

No revezamento feminino, Vitória Rosa, Rosangela Santos, Lorraine Martins e Andressa Moreira Fidelis voaram para fazer 43s04, o melhor da temporada, superando as potências na prova EUA e Jamaica. “Fomos muito bem. Sabíamos que tínhamos condições de ganhar a medalha, mas não sabíamos qual cor seria. Então viemos correr pelo ouro e me entregaram o bastão em ótimas condições para fechar a prova", afirmou a medalhista olímpica Rosângela Santos em Pequim 2008. 

 

Antes, Vitória Rosa fez seu melhor tempo da vida nos 200m rasos e conquistou a prata, atrás apenas da bicampeã olímpica dos 100m Shelly-Ann Fraser-Price. Vitória melhorou em 10 centésimos sua marca, fazendo 22s62. A atleta já havia conquistado o bronze nos 100m. “Estou muito feliz com meus resultados no Pan. Tenho certeza que é merecedor. Estou trabalhando muito duro e para conseguir colocar tudo na pista. Me superei e hoje saio da pista feliz. Fiz o meu melhor”, disse a carioca Vitória Rosa.

 

Para fechar o dia que já estava excelente, o revezamento 4x100m masculino formado por Paulo André, Rodrigo Nascimento Pereira, Derick de Souza e Jorge Vides deu um show, anotando 38s27 para ficar com o ouro. A jovem equipe brasileira foi campeã mundial em Yokohama no começo do ano e comprovou o bom momento derrotando Trinidad e Tobago, em segundo, e Estados Unidos, em terceiro, na final. 

 

"Viemos aqui defender nosso título e conseguimos. O pessoal entregou para mim na frente e eu consegui fechar bem a prova. Podem esperar um bom resultado nosso para os Jogos Olímpicos de Tóquio", disse Paulo André, que já havia conquistado a prata nos 200m. “O COB nos apoia muito e realiza campings de treinamento várias vezes ao ano. Somos velozes, mas ninguém no mundo treina o revezamento como nós brasileiros. Estamos mostrando que chegamos para ficar no pódio por um bom tempo”, disse o carioca.

 

Com três dias de provas, o atletismo brasileiro já conquistou cinco medalhas de ouro e cinco de prata, nos Jogos Pan-americanos Lima 2019. Comprovando que retomou o caminho das vitórias.

(Foto: Alexandre Loureiro/COB)

 

MAIS...

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!